Crédito para reformar ou construir

Crédito para reformar ou construir

Brasileiro continua atento a oportunidades de financiamentos ou empréstimos para obra residencial.

Balanço mostra que o brasileiro continua atento a oportunidades de financiamentos ou empréstimos para construção ou reforma residencial. O balanço foi feito a partir de dados gerados no simulador de crédito Arquitecasa. O simulador foi desenvolvido em parceria com o Canal do Crédito. São duas modalidades de produto: Financiamento Residencial e Empréstimo com Garantia. O primeiro é voltado à construção da casa e o segundo à reforma residencial, portanto, de valor médio mais baixo.

Tomador está mais cauteloso

Embora haja um expressivo crescimento no volume de simulações realizadas nos primeiros seis meses deste ano, em relação ao primeiro semestre de 2012, é possível afirmar que o potencial tomador está mais cauteloso quanto às condições de pagamento. O valor médio solicitado por usuário na modalidade Financiamento Residencial caiu 14,99%, passando de R$161,46 mil para R$137,26 mil. Esse dado é reforçado pelo aumento no prazo médio simulado para saldar o pagamento, que subiu 4,31% e passou de 17,15 para 17,78 anos.

Na modalidade Empréstimo com Garantia, o valor médio simulado subiu 18,85%, passando de R$62,22 mil no primeiro semestre de 2012 para R$73,95 mil no mesmo período de 2013. O prazo médio de pagamento registrou ligeira queda de 1,02%, passando de 5 para 4,95 anos. O aumento do valor médio associado à ligeira queda no prazo de pagamento pode ser um indicativo da leitura que o usuário faz do mercado de imóveis usados, daí sua maior agressividade.

Essa agressividade é reforçada pelo valor médio da parcela mensal simulada para este produto. Esta subiu 58,94% e passou de R$1,33 mil no primeiro semestre de 2012 para R$2,11 mil no mesmo período de 2013. O valor médio da parcela mensal simulada para Financiamento Residencial ficou em R$1,38 mil nos primeiros 6 meses de 2013. Isto representa crescimento de 7,01% em relação ao primeiro semestre de 2012.

Em média, o usuário que simula Financiamento Residencial solicita recurso equivalente a 67,79% do valor total do imóvel. Para Empréstimo com Garantia, o recurso solicitado equivale a 24,48% do valor do imóvel.