Oito erros mais comuns na Pintura

By 28 de novembro de 2016Construir
pintura

Durante a construção ou reforma de sua casa ou apartamento, identificamos oito erros mais comuns na fase de Pintura.

Ao contrário do que muita gente pensa, a pintura não tem apenas função estética. Ela é também a primeira linha de proteção contra o sol e a chuva.

Há vários tipos de pintura e cada um exige uma forma de preparação da superfície a ser coberta, uma técnica de aplicação. Boa parte dos problemas relacionados à essa fase da obra ocorre porque as pessoas insistem em usar a pintura como disfarce para alguns defeitos da construção, ou alguma patologia da obra, antes de consertá-los. Se a parede estiver trincada, ou apresentar algum bolor ou infiltração, a pintura não vai resolver o problema, ao contrário, vai ocultá-lo durante certo tempo, antes do seu reaparecimento.

Por isso, fique atento e evite estes oito erros mais comuns na pintura de sua casa:

1. Contratar mão de obra desconhecida, porque é mais ‘barata’

2. Comparar preços de tintas com diferentes capacidades de cobertura

3. Usar tinta ou seladora para consertar problemas de umidade

4. Investir pouco tempo na preparação da superfície que receberá a pintura

5. Não verificar qual é o tipo de tinta adequado para o ambiente

6. Não testar a aplicação da tinta na superfície, antes da compra final

7. Não calcular a quantidade total de tinta necessária

8. Não guardar a marca e o código da cor da tinta para futuras pinturas

Evite cometer estes erros e você estará num bom caminho.

Você está em dúvida sobre quanto custa a mão de obra para fazer a pintura de sua casa? Pois então use nosso Simulador de Custo de Reforma.

É fácil, rápido e gratuito!

Arquiteto e empreendedor, apaixonado por gente, tecnologia e soluções inovadoras.